Em entrevista para a CBN de Brasília, prof. da Faculdade IPEMED, Dr. Cláudio Costa fala sobre o transtorno borderline

NOTÍCIAS | 07 março

Angústia, impulsividade, sensação de abandono, automutilação e depressão são alguns sintomas do transtorno de personalidade bordeline. Acredita-se que o termo usado para designar o paciente com esse distúrbio mental, tenha sido usado pela primeira vez no fim da década de 30, pelo médico e psicanalista americano Adolph Stern. Segundo estudos, o paciente com o transtorno apresentam diferenças no lobo frontal, área do cérebro responsável pelas funções cognitivas e raciocínio, o que explicaria as paranoias como um dos sintomas. O tratamento é feito com estabilizadores de humor e antidepressivos, sendo seu diagnóstico feito apenas por psiquiatras.